Me completa, mas ao mesmo tempo me destrói. tem o dom de me alegrar, me tirar sorrisos, fazer brincadeiras. Em contra ponto, com grande facilidade leva a alegria embora. não porque sou apaixonada por você, ou porque ao meu ver tenha um sentimento a mais. Apenas, porque eu me apeguei a sua presença, ao seu carisma a te ver ao meu lado. Nunca fui nem sou de me permitir apaixonar, pois, de um jeito ou de outro é um sentimento bom que machuca tanto. Mal sabia eu o quanto o apego também dói. Tá ai uma coisa pra se colocar na minha lista de aprendizados "não me apegar, não"

    Se deixamos o apego se aproximar, ele se torna um inimigo cruel. Faz com que minha mente se confunda e no fundo eu ache que realmente gosto de você. Mas não passa de uma mera carência humana que insiste em enganar nosso coração. Já pensei em me afastar, não por ciúmes nem por achar que estava sendo laçada pela paixão. E sim, apenas para não sentir mais as trevas que o apego trás.

    Entretanto, você é meu melhor amigo não é? E amigos de verdade não abandonam uns aos outros. Não falo de uma amizade colorida, falo de uma amizade pura. Aquela que nos faz permanecermos juntos na alegria e na tristeza, na saúde e na doença. Onde passa longe o risco de sermos laçados pelo apego.

    Apego destrói o que vê pela frente assim como a paixão, e eu gosto mesmo é de coisas inteiras.


-Por Jussara Nascimento


Deixe um comentário

Olá galera comentem o que acharam do poste, e não se esqueçam de deixar o link do blog de vocês. Beijos da Jujuba!