(Foto: Reprodução)

Já parou para pensar que o primeiro dia de aula na faculdade é bem parecido com o primeiro dia de aula em uma escola nova? Os sentimentos são os mesmos, a gente fica naquela expectativa para conhecer as pessoas, os professores, o ambiente e fazer amigos. A única diferença da faculdade para a escola é que na escola você tem a certeza de estar “seguro”, seguro no sentido de ter um adulto para cuidar de você. Já na faculdade o adulto é você.

O meu maior medo no primeiro dia de faculdade não eram os professores, o fato de ser antissocial o suficiente para não conseguir fazer amigos ou me arrepender do curso escolhido. Meu medo era o trote, sim o trote, pode zoar eu deixo. Me incomodava o fato de saber que podia aparecer um louco querendo atacar tinta em mim, ou tentando me fazer pedir dinheiro no farol.

Pedir dinheiro no farol até estaria de boa, eu iria se o dinheiro ficasse para mim claro. E nem vem com essa de comprar bebidas, eu iria investir em coisas muito melhores tipo ... doces. O problema seria, se os troteiros quisessem jogar tinta no meu cabelo. Imagina voltar para casa cheia de tinta? Metro e um busão lotados e eu coberta de tinta. Que mico! Além do mico, teria que passar horas tirando a tinta do cabelo.

Você deve estar se perguntando, e aí você sofreu o trote ou não? Não, minha faculdade foi bem de tranquila nesse quesito, você basicamente participava se quisesse. Isso me surpreendeu bastante. Estava tão pilhada com os boletins sobre os trotes das faculdades, que a primeira semana fui morrendo de medo. Quase pedi para que a minha mãe fosse comigo, mas o mico seria maior que voltar para casa suja de tinta, então deixei para lá.

Quantos aos amigos, mesmo sendo antissocial consegui fazer alguns. Sabe lá Deus como, milagres acontecem. Acho que a minha oculta simpatia fez eles se aproximarem, só pode ser isso. Gostei da maioria dos professores, claro que as vezes aparece um ou outro meio louco, mas, deve ser mal de jornalista. Ah! Esqueci de falar que meu curso é jornalismo. E não eu não serei a futura Renata Vasconcellos do Jornal Nacional, ou vou talvez sim, não sei.

A verdade é que a gente se preocupa com muitas coisas fúteis no primeiro dia de aula na faculdade. Você viu acima minhas preocupações “adultas”. As novidades acabam e a paciência para estar sempre linda e impecável vai para o espaço. Se eu não arrumei um affaire maquiada no começo curso, agora as chances não vão ser maiores, todos me conhecem. Se hoje fosse meu primeiro dia, provavelmente minhas preocupações não seriam mais as mesmas. Agora seria como conciliar faculdade e trabalho, ou como continuar pagando a faculdade precisando de um estágio.


4 Comentários

  1. Isso me fez lembrar muito da época da minha faculdade! Eu não sei se sou antisocial, porém, não consegui fazer amigos lá. Parece que todos só pensam em concorrência, não é igual escola que as pessoas se tornam amigas de verdade sabe? Fiquei decepcionada com isso na faculdade, esperava mais. :(

    BLOG NAH BOA || INSTA @NAHBOA || CANAL NAH BOA

    ResponderExcluir
  2. Que post legal! Adorei saber como foi seu primeiro dia na faculdade.E também adorei seu blog,lindo demais.Um beijo.
    Princesa de realeza

    ResponderExcluir
  3. Ah, sim!!! O primeiro dia sempre é pank! Em seguida os tabus vão caindo e a realidade vira uma rotina gostosa!
    Beijos
    Vidrinhos & Feminices
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto e relembrei do começo da minha faculdade... Confesso que deu saudades, rs Bjs

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir

Olá galera comentem o que acharam do poste, e não se esqueçam de deixar o link do blog de vocês. Beijos da Jujuba!