(Foto: Reprodução)

Algumas pessoas falam que me admiram pela minha visão de mundo e por eu ser tão grata, mas nem sempre as coisas foram assim. Eu costumo dizer que esses aprendizados diários relacionados ao nosso comportamento, segurança e autoestima estão ligado aos detalhes que na maioria das vezes a gente deixa passar. Entretanto, não espere acordar amanhã sendo mais grata(o) ou se comparando menos com o vizinho instantaneamente porque isso é uma construção diária, requer empenho e dedicação.

Há vários tipos de gratidão, por exemplo: aquela que a gente sente quando ganha alguma coisa ou quando percebe que teve a graça de ganhar uma pessoa muito especial em sua vida. Mas, também existe a gratidão por escolha. "Como assim Jussara?" A gratidão por escolha é você acordar e decidir que não quer se resumir a reclamar se ta calor, chovendo, se o busão estava lotado ou se o café estava frio. É você de fato se empenhar e lutar contra o instinto que todos nos temos de murmurar por qualquer coisa pequena, ao em vez de se preocupar em ter bons olhos para coisas pequenas.

Já percebeu o quanto a gente vive reclamando? Parece que nunca nada tá bom. Passamos muito mais tempo reclamando das coisas, da vida, dos sentimentos, emoções e situações do que tentando (pelo menos tentando) ter um olhar mais positivo para o mundo. E é aí que está o erro, pessoas que afiam os olhos para as coisas ruins e esquecem de ter sensibilidade para ver as coisas boas tendem a ter dias carregados de negatividade e eu falo isso por experiencia própria.

"Beleza Jujubs, entendi que eu preciso prestar mais atenção em mim e focar nas coisas boas, mas como eu começo isso?" A tarefa vai ser escrever pelo menos 3 motivos diários pelo qual fez você ser grata (o). Lembra que lá no começo do texto eu disse que não seria uma tarefa fácil, que de fato é importante se empenhar e não desistir? Então, haverá dias que você não vai estar afim, que vai achar que não tem 3 motivos para agradecer, mas você tem que permanecer firme.

O processo é a longo prazo, pode parecer uma coisa boba mas faz toda a diferença. O modo como a gente olha a vida das pessoas ao nosso redor no fundo é o olhar que temos para com nós mesmos. Quanto mais exigentes com os outros, mais exigentes com a gente. "Tá, mas o que isso tem haver com gratidão" TUDO! O primeiro passo é escolher a gratidão. Após essa escolha, conquistar a segurança, amor próprio e empatia ficam mais fáceis.






Um Comentário

  1. Texto muito verdadeiro, Ju. A gratidão tem que ser "solicitada", antes de tudo, a gente tem que entender o valor que ela tem e fazer ela presente. Depois disso, eu acho que vai virando tipo um hábito, sabe? Mas custa a começarmos a sermos gratos pelas coisas, por menores que sejam. <3

    Beijo,
    www.vitaminatrendy.com

    ResponderExcluir

Olá galera comentem o que acharam do poste, e não se esqueçam de deixar o link do blog de vocês. Beijos da Jujuba!